sábado, 30 de janeiro de 2010

E de repente, não mais que de repente.


"Não se ofenda, com meus amores de antes.
Todos tornaram-se pontes pra que eu chegasse a você"
(Monalisa - Jorge Vercilo)

Todo mundo ja sofreu por amor, ou sofrerá!
É assim mesmo, nós conhecemos alguem legal e queremos que dure por muito mais tempo do que realmente irá durar.
Quando chega ao fim, as expectativas são derrubadas e de repente estamos novamente sozinhos e com medo da proxima decepção. Começamos a prometer não mais se envolver, e todo aquele bla bla bla de gente amargurada.
Se você for esperto, aprenderá com cada relacionamento que não deu certo, se não for, vai cometer o mesmos erros e provavelmente o proximo terá o mesmo desfecho do anterior.

O melhor quando algo termina, é deixar o passado no para trás e seguir em frente, mas seguir em frente de verdade. Quando você faz isso abre espaço para coisas novas acontecerem, abre a porta para as coisas boas entrarem.
E por uma dessas portas você entrou, assim ainda segurando suas malas, com aquele sorriso que iluminou toda a casa, com o casaco sobre os braços.
Você chegou de um país distante, e me trouxe de volta pro mundo. Para o meu mundo, para o seu mundo...
Seu cheiro invadiu a casa e a minha vida novamente. E agora de segunda a sexta eu ando por ai com a sua camisa pra sentir aquele perfume todo dia.
Agora eu torço pra sexta chegar logo para correr para o teu colo, para o teu abraço, para o cheirinho da sua nuca depois que sai do banho.
Eu corro para ver seu cabelo molhado, o chaveiro do seu carro, para ouvir a musica que você cantarola pela manhã.
Eu corro de novo, e corro e corro, mas agora eu corro feliz. Por que é você que eu encontro no fim do percurso.
Depois que você voltou, minha vida voltou a andar, you know...
De repente, não mais de repente, tudo voltou a dar certo, eu sou feliz no trabalho, eu sou feliz em casa, o Thor parou de ficar doente, enfrentar mais um ano da faculdade não parece mais a pior coisa do mundo, Eu voltei a dançar, voltei a cantar, voltei a encontrar minhas amigas e a voltar feliz para casa e te ligar.
Eu voltei a sonhar com a decoração do seu ap... e com o fato de que eu realmente posso e quero fazer isso por muito tempo.
Eu voltei a planejar nossa viagem no fim do ano e principalmente: Voltei a acreditar.

E não é que o amor chegou aqui... ou melhor, voltou pra cá.
London deve estar triste sem você por lá, mas eu nunca fui tão feliz.

4 comentários:

luanna sales disse...

qqqqqque lindo o texto, adorei :)

Fabiana Folly disse...

Ai o amor...
De várias fases, várias formas.
Se ainda não sentiu, um dia vai sentir, e se já sentiu sabe que na maioria das vezes vira dor......
Como já sofri por amor!

Rui disse...

legal
o passado de ficar no passado, nós devemos aprender com ele
e melhorar no presente

Pensamentos de uma mente cor-de-rosa disse...

ameii o texto

meu blog atualizado..dá uma passadinha lá
tomando a liberdade e complementando teu texto, como o sábio garfield diria, qm vive de passado é museu hehe
bjaumxxx