sábado, 5 de junho de 2010

Te digo (pedaços de mim)


Eu sou doce a maior parte do tempo, mas tem dias que eu acordo acida e não quero melodrama. Não quero falar da crise politica, do final da novela ou simplesmente não quero falar.
Eu adoro agito, adoro uma festa, adoro companhia, adoro longas conversas sobre todos os assuntos do mundo. Mas há as vezes em que eu só quero silêncio, meia-luz, e um ombro para deitar e dormir.
Penso sempre que o dia que eu encontrar alguém que aceite e goste de todas as minhas facetas, juro que caso. De vestido branco, papel passado, festá pós cerimônia. Tudo como manda a tradição. Mas não aceito me doar pela metade. Ou aceita todas as mulheres que vivem em mim, ou não aceita.
Até lá continuo feliz sozinha. Aprendendo a lidar com todos esses lados de uma mulher que numa hora é princesa e na outra é feiticeira.
Então me deixa continuar vivendo meus delírios, minhas histórias tão malucas quanto os filmes do Tim Buton. Me deixa viver que essa é a minha especialidade.
Viver do meu jeito ancioso e preguiçoso, mas ao mesmo tempo tão extravagante e impulsivo.
Por que não se deve tentar mudar a essência das pessoas. Eu nasci teimosa, moleca, princesa, mulher, as vezes sedutora, as vezes tímida. Mas se você me aceita e me pede para ficar, eu faço da sua vida uma festa diária. Sem rotina. Sem motivo pra preguiça. Sem pedaços de corações jogados pelo quarto.

Te darei o seu proprio final feliz.

Ps: Louca e Santa como ja dizia Martha Medeiros. Assim que toda mulher nasce.

6 comentários:

maiara diniz. disse...

Eu suuuuuuuuper me identifiquei com o teu texto! Sabe quando você lê algo e parece que foi você mesma quem escreveu? Tipo isso. hihi. Parabéns! :D

Camila Paier disse...

"me deixe viver que essa é minha especialidade!"
Essa foi a frase que mais me marcou, do texto todo. E se fosse pra sintetizar tudo num só fragmento, acho que seria nesse. Tu és mesmo mestre nessa arte, pelo que sei, e que coisa mais linda, mais maravilhosa, né? Que sorte! hahaha
Lindo post, Rê!
Beijoca

Camila Chaves disse...

Essa sensação é a sensação de muita gente os dias de hoje! Eu já escolhi! Meu desejo é um homem que me faça viver em poesia!
Beijos

maiara diniz. disse...

Ah, to bemm! Que bom que gostou de lá *---* Vou colocar no meu perfil tá? Com o devidos créditos, claro :D hihi. Beeijos

Thamires. ;* disse...

Ah que saudade que eu tava de passar aqui! Ler as coisas que vc escreve me faz bem. Adoro tudo. *-*

Lindo demais esse texto, me identifiquei com a parte das faces, moleca, sedutora. Acho que eu sou bem assim mesmo, mudo com frequência.

Beeijo rê linda!
Saudades de vc por lá tbm hein. =*

Casa Cor de Laranja disse...

Legal gostei da sua maneira de pensar!!!!
Bem realista !!É o que é!!
Abraços,
Rosana.