quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Todas as suas (im)perfeições.


Você me diz que eu mereço mais. Que eu sou fantástica e que tem tanta gente melhor e mais interessante por ai ao meu dispor. Mas eu só quero você agora, com todos esses menos que só a gente tem.
Eu sei também que lá fora talvez hajam mesmo outros tipos mais bonitos, mais simpaticos, mais simples e faceis de lidar. Mas eu vou repetir: Eu quero você. Você e sua falta de jeito, seus pedidos tortos de atenção e colo e todas as suas virgulas. Quero você com seu ciume bobo, e seu jeito meio infantil de me perguntar: "Se eu ainda lembro de você", mesmo que eu não tenha tirado os olhos de ti um segundo sequer. E eu lembro sim. Lembro sempre.
E essa sua mania de achar que ninguém te olha. Eu olho. E tenho olhado todos os dias desde que te conheci. E quer saber da parte mais surpreendete? Eu gosto do que vejo, e isso não tem explicação. Então para de se questionar que raios de beleza é essa que eu vi em você. Só vem e pede colo de novo, que meu colo foi feito mesmo para você se aconchegar. Vem e diz que está com saudade, por que sem a sua risada escandalosa o dia parece que falta. Vem e faz essa cara de menino bobo, por que por mais homem que você seja no meu colo você não passa de um menino, e eu gosto.
Entre o céu e a terra, com todos os mistérios do planeta, todas as explicações de Freud, com todos os livros de auto ajuda, com tanta coisa acontecendo e tantas maravilhas espalhadas pelo mundo o que me faz acordar cantando sem medo e sem vergonha é seu perfume.
De todas as paixões turbulentas, os romances efusivos e as histórias que me desassossegaram você me apresentou o lado leve da vida. Quem diria? Você conseguiu mais de mim do que qualquer outro, conseguiu me deixar leve, e sem neura, sem culpa e sem crise.
E quando eu me despeço de você e deito com seu perfume ainda em mim, eu sei que há coisas que não tem mesmo explicação, mas a gente insiste e vive sorrindo acreditando que a vida é boa e que Deus está nos sorrindo.

7 comentários:

Tricotando a quatro mãos disse...

aii que lindo! qria encontrar alguem assim, mas ta dificil! :/
muito bom o seu texto!

beijoss, voltarei mais vezes'
Jéssica.

Camila Paier disse...

É melhor mesmo continuarmos acreditando nisso, que um dia vinga. Eu, hoje, me despedi do barco que em estávamos, as quatro tuíteras, desgovernadas. Pulei, e consegui nadar, por entre minhas lágrimas, alguns desabafos, lembranças, e uma noite mal dormida. Mas desejo que contigo seja diferente, guria! De todo o coração, sei que tu é muito mais forte que eu, e a pessoa fruto de textos tão belos e intensos, idem.
Diz que dá, diz que dá, diz que Deus dará...Espera confiante, que tudo acontece.
Beijos, amada!

R;* disse...

como te disse, tô aprendendo que algumas coisas nunca terão uma explicação e esse fato que as tornam tão mágicas e especiias! Que você viva isso com os seus melhores sentimentos e a sua maiior vontade!
Booa sorteee e muiitas feliciidades!
beeijo ;*

Thammy disse...

Ah, eu gosto do inexplicável. Tem seu chame especial. Menina, tú escreves bens. Gostei demais do seu texto.
Beeijo.
Te sigo.

Natacha Vieira disse...

Ela escreve como ninguém, e expressa com todo elegancia o interior feminino. Sou sua fã, não me canso de dizer!

Déborah Simões disse...

adorei esse texto...
tu escreve tão bem....
o que vale é tudo qe ainda está pra acontecer...

bjok

Taíse Marques disse...

"Entre o céu e a terra, com todos os mistérios do planeta, todas as explicações de Freud, com todos os livros de auto ajuda, com tanta coisa acontecendo e tantas maravilhas espalhadas pelo mundo o que me faz acordar cantando sem medo e sem vergonha é seu perfume."
Porque nada é melhor que um amor para fazer sorrir, rir, chorar, cantar... :)
E se for inexplicável, melhor ainda. Não se perderá tempo elaborando conceitos e definições. Apenas amará. Com todo o amor que houver!
Belo texto!
Te sigo. Suas letrinhas são refúgio :)