domingo, 18 de julho de 2010

Que seja.

Quando eu era criança e estava triste eu me escondia debaixo da cama da minha avó. Só ela sabia onde eu estava. Ela me deixava chorando por uns 15 minutos mais ou menos, tempo necessário para eu refletir, e para ela preparar o chá. Então ia até o quarto me chamava, me sentava no colo, me dava a xícara de chá e me fazia contar tim tim por tim tim o que havia acontecido. Claro que nunca era algo realmente importante, mas ela me ouvia com a mesma atenção que dedicava a um adulto.
Hoje eu tenho várias camas, vários chás, varios novos "problemas", mas não tenho mais ela, então todos os outros itens não tem a mesma relevância.
A ultima vez que chorei por um homem foi há 6 meses quando meu tio faleceu. Desde então me recuso a chorar por qualquer outro.
Sou teimosa feito uma mula, e se eu gosto de algo, não há o que se diga que me faça mudar de ideia, e o contrário acontece também na mesma frequência.
Sempre acabo rindo das coisas que me afligem, e assim a aflição perde a dimensão. Sou bem do "contra", mesmo sem fazer força para o ser.
Sou a mais velha da familia, em todos os gêneros: filha, neta, sobrinha, prima... etc. Isso me fez sempre passar mais tempo em companhia de adultos, o que faz muitos me dizerem o quanto eu amadureci cedo demais. Sempre troquei as bonecas por carrinhos ou computadores.
Desde cedo sonhava em morar sozinha, viajar o mundo, conhecer milhões de pessoas, coisas, culturas. Essas vontades só cresceram comigo.
Tenho muito apego e apreço pelos meus poucos e bons amigos, e não guardo raiva nem magoa de ninguém nessa vida. As portas do meu coração estão sempre abertas, vai ver é por isso que vire e mexe alguém volta pedindo abrigo.
Tenho pra mim que minha missão nessa vida é aprender a ser mais paciente, mais calma, mais plena. Por que não sei esperar por nada. Acho que sou capaz de iniciar uma 3º guerra mundial pelo atraso de uma resposta.
Aprendi há muito a ser feliz comigo mesma. E isso se deve também ao fato de ter uma familia e amigos que confiam tanto no meu potencial que me deixam segura.
E eu sempre acho que nunca mais vou me apaixonar na vida, mais do que isso, eu sempre peço a Deus para fazer de mim uma pessoa mais fria, mais dura, e para me deixar ser feliz sozinha, mas Ele nunca me ouve, e quando eu menos espero já estou eu de novo sonhando com finais felizes, pôr do sol lado a lado e tantas outras coisas que a gente imagina quando acha ter encontrado a pessoa certa.
Tem muita gente que diz que sou um bom partido. Mas nesse exato momento eu só queria mesmo que uma única pessoa tivesse certeza disso. Por que eu quero ser um bom lugar pra você agora. Para você repousar a cabeça quando estiver cansado no final do dia, e me contar aquelas coisas que te encheram a cabeça, e te ajudar a esquece-las. Quero sempre essa paz que toma conta de mim quando deito a cabeça no teu peito e sinto teu perfume. Essa que me faz esquecer dos caras que ja me fizeram chorar, e das vezes que eu pedi para nunca mais gostar de ninguém. E se não for pedir muito, eu só quero mesmo que as coisas sejam diferentes com você. Que eu não tenha vontade de ir embora, ou desligar o celular, ou sair sem você. Que eu não chore, que eu não sinta raiva, que eu não me arrependa. E que você não minta pra mim. E que se me deixar um dia, que me deixe com bons motivos para olhar para trás e sorrir, com carinho e talvez até com saudade.

Por que, hoje eu acordei com medo de ter jogado tudo pro alto, logo eu que nunca tive medo de ir embora. Hoje eu quis ficar. Quis ficar com você, por você e pra você.
Então, seja um cara esperto e não me perca, por favor não me perca e mais do que isso não se perca de mim.


[ Ouvindo: Boys Don't Cry - Jay Vaquer.]

8 comentários:

Karla Hack disse...

Ser fiel a si e aos seus se4ntimentos é vital!
Belo e sincero texto!
;D

Camila Paier disse...

Flor, lindo lindo lindo..Passamos por situações parecidas, e talvez por isso, nos encontremos em palavras uma da outra. Também amadureci cedo demais, e nunca soube muito bem o que fazer com toda essa maturidade precoce. Sonhamos em ser independentes, e dói quando descobrimos que até mesmo isso é difícil, que o mundo é sujo. Que as camas da avó continuem aí, pra que a gente faça o pit-stop quando necessário, e volte à luz quando preciso!
Um beijo guria

Luiz Brisa disse...

primero tem q ser os seus principios
xD

Sílvia Soares disse...

Parabéns pelo texto, pela riqueza de detalhes que me fizeram evocar lembranças, e pela simplicidade enriquecedora.
xD

Te seguindo e, se quiser, me siga também. Obrigada pelo comentário e espero que goste do desfecho da história.
Beijos!

http://palavrasaouniverso.blogspot.com/

Anônimo disse...

concordo com a ''Silvia Soares'' , seu texto tem uma grande riqueza de palavras. Parabéns (:

te espero no meu
http://retrojovem.blogspot.com

Marcos A. G. Carneiro disse...

Suspeito que gostar de suas ações é o primeiro passo para se privar de tristeza inútilizada.
Bom texto.

Loverocklive disse...

belo texto
adorei as palavras que usou.

estou lhe seguindo

http://www.loverocklive.com/

Luiz Brisa disse...

legal
seu blog eh legal
atualiza mais
xD