segunda-feira, 26 de julho de 2010

Rir até a barriga doer



Eu tinha um amigo que sofria comigo. Só de ouvir a voz dele eu já dava aquela gargalhada.
Era assim todo tempo, eu olhava pra ele e me dava vontade de rir. Eu ouvia as historias dele e sentia dor na barriga de tanto que eu ria. Quando queria dar risada eu ligava pra ele, e era só ele falar "Alô" e eu já soltava aquela gargalhada e dizia: Poxa, cara você me mata de tanto rir.
Tenho pra mim que até hoje ele acha que sou retardada. Mas ele talvez nem suspeite o quanto ele é alguem que ficou marcado na minha vida, pela capacidade que tinha de me fazer esquecer todas as coisas ruins do mundo e rir que nem criança com desenho animado.
Junto com esse amigo, conheci várias pessoas que assim como ele, surtiam esse mesmo efeito. Aquela alegria que invade. Aquelas lagrimas nos olhos de alegria, sabe essas aparentes bobagens que fazem de nós pessoas mais felizes??
Hoje se alguém me perguntar o que eu mais sinto falta, é isso. De rir até a barriga doer. Parece coisa simples, mas faz tempo que não viro a noite rindo, e rindo, e rindo.
Faz tempo que toda essa minha intensidade, toda essa minha loucura, e esses meus desamores não me permitem rir a ponto de esquecer tudo.
Você que é assim tão intenso como eu, deve entender o que eu quero dizer, eu quero rir mais gente.
Eu ja sou feliz, mas eu ainda quero mais. É pecado?
Meu aniversário está chegando e junto com ele meus 20 anos, e resumindo o que eu queria pedir de presente a Deus, é isso: Me dê mais momentos de bobeira, dessas que fazem a gente chorar de tanto rir.
Dessas que me fazem perder o folego, encher minha alma, molhar meu rosto. Eu quero ter mais momentos dignos de serem eternamente lembrados, e rir disso como se fosse a primeira vez.
Eu não quero muito, eu só quero mais.
Mais sol, mais noites de lua cheia, mais amigos em volta da mesa, mais histórias para contar para os netos, mais praia, mais viagens, mais paixões avassaladoras e divertidas.
Eu mais pessoas que entendam tudo isso que eu digo, que sente da mesma forma que eu.
Sabe eu queria uma alegria de criança, essa alegria pura que não exige muito, mas que invade, transborta, esbanja e cativa. E quero dividir isso com você.


Você tem uma historia muuuito feliz para dividir com alguém hoje??

8 comentários:

Francorebel disse...

Estou amando, sou correspondido e consegui trabalho hoje. Tá bom pra você?

Estou feliz.

deblita!!! disse...

com certeza n ha nd melhor do rir neh? do q se sentir bem!

ah valeu pelo coment la no blog =D
se tu curtir, me segue q eu te sigo! to sempre colocando campanhas

;*

jadenadaf disse...

simplesmente rir é o melhor remédio, fato. =D

http://jadenadaf.blogspot.com/

Sílvia Soares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sílvia Soares disse...

Rir até a barriga doer, não há nada melhor no mundo, mesmo!
Infelizmente hoje isso é algo raro, mas a gente deve correr atrás. Sempre!
=D

http://palavrasaouniverso.blogspot.com/
[Capítulo novo da história =)]

Déborah Simões disse...

Ai que texto mais lindo e alegre..
Me fez sorrir..
Bjok, Flor...

Anônimo disse...

Oi, entrei no seu blog hj pela 1 vez. E puxa, me identifiquei mt..Em "paixoes" no meu orkut, é simples, tem: rir até a barriga doer. Eu tb estou quase fazendo 20, daqui a 1 semana e tudo que quero pedir, é mais momentos desses...
parabéns pelo blog, tb queria escrever assim.
Mariana

Lucyano Jorge disse...

Belo texto, gostei demais do seu blog irei segui-lo, segue abaixo o meu

Lucyano JOrge

http://cinemaparceirodaeducacao.blogspot.com/